Antigamente

Mestre Peixinho - Capoeira da Senzala

Antigamente
Tudo era diferente
No Rio a gente era gente
Que beleza de lugar

Alí na lapa
Tinha toda a malandragem
Do samba e da capoeira
Vale a pena recordar

A malandragem
Não era como hoje em dia
Havia mais poesia
No jeito de malandrar

O bom malandro
De branco era boa praça
Cantava e fazia graça
Era um tipo popular

Mas respeitado
Porque bom de capoeira
Derrubava de rasteira
Sem nem mesmo se sujar

E de noitinha
Em baixo dos lampiões
Lindas moças rupiões
Olhavam o bonde passar

Ah! Pelos arcos
Desenhando de beleza
O céu que máe natureza

Reservou pra esse lugar

Oi o céu que a máe natureza

Reservou pra esse lugar


Oi céu que a máe natureza

Reservou pra esse lugar


Oi o céu que a máe natureza

Reservou pra esse lugar


Oi céu que a máe natureza

Reservou pra esse lugar


Iê viva meu Deus

Iê viva meu Deus, camará


Iê que me ajudou

Iê que me ajudou, camará


Iê viva meu Mestre

Iê viva meu Mestre, camará


Iê que me ensinou

Iê que me ensinou, camará


Iê a malandragem

Iê a malandragem, camará


Undervisning i dag

16:00Forældre/barn
Mestre Steen Frederiksberg
16:30Børn (4-6 år)
Mestre Espiga Østerbro
16:45Børn (4-6 år)
Mestre Steen Frederiksberg
17:30Børn (7-12 år)
Mestre Espiga Østerbro

Denne oversigt tager ikke højde for helligedage, eller eventuelle aflysninger. Se venligst kalenderen for yderligere information.